sexta-feira, 24 de junho de 2011

Filme Online - Batismo de Sangue

Batismo de Sangue é um filme brasileiro realizado em 2006 e lançado em 2007, dirigido pelo cineasta Helvécio Ratton. O filme é baseado no livro homônimo de Frei Betto que foi lançado originalmente no ano de 1983, e vencedor do prêmio Jabuti.




Sinopse

Na cidade de São Paulo, no final da década de 1960, o convento dos frades dominicanos torna-se uma das mais fortes resistências à ditadura militar vigente no Brasil. Movidos por ideais cristãos, os freis "Tito", "Betto", "Oswaldo", "Fernando" e "Ivo", passam a apoiar logistica e politicamente o grupo guerrilheiro Ação Libertadora Nacional, comandado à época por Carlos Marighella. O grupo dissocia-se após uma conversa entre Frei Diogo e seus frades, onde conlui-se a necessitade de dispersão do grupo a partir de então.
Frei Ivo e Frei Fernando partem para o Rio de Janeiro, onde são surpreendidos e torturados por oficiais brasileiros que, acusando-os de traidores da igreja e traidores da pátria, perguntam por informações sobre o local de reunião do grupo para a posterior captura e execução de seu líder, Carlos Marighella. Após sofrerem cruel tortura, os frades informam aos policiais o horário e o local de reunião do grupo, onde Marighella costuma receber recursos oriundos da igreja. Marighella é então surpreendido e executado por policiais do DOPS paulista, sob o comando do delegado torturador Fleury. Frei Betto, refugiado no interior do Rio Grande do Sul, é encontrado, preso, e une-se ao restante do grupo no presídio de Tiradentes, em São Paulo, em 1971. Os frades são posteriormente julgados e sentenciados a quatro anos de reclusão em regime fechado.
A única exceção é Frei Tito, que liberto por um processo de negociação para a libertação de um embaixador seqüestrado pela ALN, exila-se na França. Frei Tito não consegue superar as seqüelas psicológicas sofridas após ser preso e torturado e acaba suicidando-se, ainda na França.

Elenco

Caio Blat → Frei Tito
Daniel de Oliveira → Frei Betto
Cássio Gabus Mendes → Delegado Fleury
Ângelo Antônio → Frei Oswaldo
Léo Quintão → Frei Fernando
José Carlos Aragão → Médico preso
Odilon Esteves → Frei Ivo
Marcélia Cartaxo → Nildes
Marku Ribas → Carlos Marighella
Murilo Grossi → Policial Raul Careca
Renato Parara → Policial Pudim
Jorge Emil → Prior dos Dominicanos
Marco Amaral → Capitão torturador
Principais prêmios e indicações
Festival de Cinema de Brasília (2006)

Vencedor nas categorias:

Melhor diretor
Melhor fotografia (Lauro Escorel)