domingo, 20 de novembro de 2011

JUGUETES PEREGRINOS - Espetáculo de Formatura do Teatro Universitário da UFMG

De 01 a 18 de dezembro às 20h, de quarta à domingo
Local: Espaço Ideal Café Teatro - Rua Estrela do Sul 126 - Santa Tereza (próximo à Praça Duque de Caxias)
Entrada gratuita! Retirada de senha 30 minutos antes do espetáculo


Sinopse


Foto por Felipe Chimicatti / Pedro Carvalho - Mimesis produtora
Livre adaptação da obra Doze contos peregrinos, de Gabriel García Marques, a peça Juguetes peregrinos é o espetáculo de formatura deste ano dos alunos do Teatro Universitário da UFMG. Com entrada franca, a peça fica em cartaz de 1º a 18 de dezembro, às 20h, de quarta a domingo, no Espaço Ideal Café Teatro (rua Estrela do Sul, 126, bairro Santa Tereza).

Dirigido por Rogério Lopes, o espetáculo mostra histórias de imigrantes latinos que vivem na Europa como fontes de inspiração para brincadeiras de duas crianças.

Foto por Felipe Chimicatti / Pedro Carvalho - Mimesis produtora

Nos contos, imigrantes de diversas nacionalidades, incluindo brasileiros, se veem envolvidos em situações bastante peculiares, como a de uma mulher que é tomada por louca e vai parar num hospício depois de pedir uma carona; a de um presidente exilado que, doente, tenta manter sua dignidade ou a de um cachorro que aprendeu a chorar no túmulo de sua dona. No espetáculo, estes personagens e suas histórias são fontes de inspiração para as brincadeiras de duas crianças que, impedidas de viver na liberdade de suas origens latinas, mergulham em suas memórias, numa tentativa de manter sua identidade em território estrangeiro.

Foto por Felipe Chimicatti / Pedro Carvalho - Mimesis produtora

Juguetes peregrinos se refere não só a histórias que viram brinquedos, mas ao próprio caráter do jogo teatral, à busca contínua dos atores pelo brincar em cena. O diretor Rogério Lopes é doutor em Teatro pela Unicamp e seu último trabalho foi a “habitação teatral” Naquele bairro encantado, na região da Lagoinha. O espetáculo conta ainda com direção musical de Helena Mauro, preparação corporal de Tarcísio Ramos Homem e figurinos e maquiagem de Mauro Gelmini.



Ficha Técnica

Direção Geral e cenografia: Rogério Lopes
Direção Musical e Preparação Vocal: Helena Mauro.
Direção de ator: Helena Mauro e Rogério Lopes
Preparação Corporal: Tarcisio Ramos Homem.
Dramaturgia: Aline Raposo, Brenda Campos , Júlia Dias e Rogério Lopes.
Maquiagem e Figurino: Mauro Gelmini.
Elenco: Aline Raposo, Anais Della Croce, Ana Cecília, Brenda Campos, Chris
Geburah, Cristina Madeira, Diego Poça, Josi Lopes, Ju Abreu, Júlia Dias, Keu Freire,
Nágila Analy, Rafael Bottaro, Rayza Luppi, Roberta Bahia, Thales Brener Ventura,
Vinício Quiroz.
Iluminação: Yuri Simon.
Operador e técnico de luz: Akner Gustavson
Assistente de Preparação Corporal: Thales Brener Ventura.
Assistência Vocal: Roberta Bahia.
Assistência Musical: Josi Lopes e Júlia Dias.
Instrumentisatas: Brenda Campos, Diego Poça, Josi Lopes, Júlia Dias, Keu Freire,
Nagila Analy e Vinício Queiroz.
Coro: Os Atores.
Produção: Rogério Lopes e Mauro Gelmini.
Assistência de Produção e confecção de adereços: Rafael Bottaro.
Cenotécnico: Nilson Santos.
Comunicação e Divulgação: Ana Cecília e Ju Abreu.
Designer Gráfico: André Pizarro.
Fotografia: Felipe Chimicatti
Texto Tramontana: Trechos do “caderno de um regresso ao país natal” de Aimé
Césarie
Canções Executadas ao vivo:
Run Run se fue pa´l Norte : Violeta Parra
Canto a los Caídos : Luis Advis
Corazón Maldito: Violeta Parra (arranjo: Inti Illimani)
Graças a la Vida: Violeta Parra
El Pescador: José Barros
Duerme Negrito: Cancioneiro popular